Pé na estrada do conhecimento – África na escola


Alunos percorrem 54 países do continente africano em uma viagem cultural inesquecível

Quando falamos África, uma das primeiras coisas que nos vêm à cabeça é a forte presença de extrema pobreza e miserabilidade de alguns países que formam o 3º maior continente em extensão territorial, com 30 milhões de km2, ocupando 20,3% da área total da Terra. Não que essa informação não seja real. Entretanto, o que poucos sabem é que muito dos principais aspectos culturais do Brasil e de outros países deve-se a este continente.

Para trazer à tona esse e outros aspectos econômicos e culturais desse gigante cultural dividido em 54 países, professores da Educação Infantil do Centro Educacional Valverde, localizado em Cabuçu, Nova Iguaçu, trouxeram de maneira lúdica a África para as turmas do Jardim. Enquanto os demais docentes do I e II segmentos do Fundamental e o Ensino Médio embarcaram em uma viagem cultural através da Feira das Nações, realizada na matriz e na filial da instituição.

Realizada no dia seguinte à data em que se comemorou o “Dia da Consciência Negra”, a mostra da Educação Infantil foi um sucesso. Para tanto, as professoras Priscila Dias e Juliana Vasconcelos promoveram um dia de atividades para os pequenos conhecerem este fantástico continente e, ao mesmo tempo, começarem a vivenciar de uma maneira coletiva valores que aprendemos desde muito cedo e que carregamos para o resto de nossas vidas, como respeito e igualdade.

Utilizando-se de uma linguagem lúdica, as professoras contaram com a ajuda de Leandro Silvio Martins, que leciona Geografia na escola para os alunos dos ensinos Fundamental e Médio. O docente, que também é pai do pequeno Cauê Leandro, participou das atividades de contação de histórias, baseando-se fortemente no universo da tradição oral africana, através de um elemento de grande importância nesse contexto: os griots.

De acordo com o professor Leandro, essa tradição apresenta todo um universo de vivências dos saberes e fazeres da cultura de um povo. “Esses indivíduos tinham o compromisso de preservar a transmissão oral desses conhecimentos, seja na música, na arte, nas ciências, na fauna, na flora, na história das regiões e do país, tudo isso sempre fundamentado na oralidade, onde o livro não tem papel social prioritário”, explica o professor de Geografia.

Para as coordenadoras dos ensinos Infantil, Fundamental e Médio Mércia Barnosa, Lucimar Simões e Ericka Beatriz, a troca de conhecimentos perpassou por todo o universo da aprendizagem, reunindo todos os atores dessa grande festa, que foram alunos, pais, responsáveis e professores. A magia das artes também deixou a sua marca no evento, através de desenhos, apresentação de imagens e palavrinhas que remetessem à igualdade. Os alunos fizeram muitas perguntas na contagem das histórias, momento em que o imaginário infantil aguçado por aquele conteúdo contribui para desenvolver o interesse pela leitura e reforçar a interação social entre eles.

Além dos personagens que ganhavam vida na contação, as crianças também se divertiram na roda de capoeira e na reprodução dos desenhos que apresentavam aspectos sobre a África. Os alunos também trouxeram animais de pelúcia que existem no por lá, além de roupas, enfeites de cabelos (tiaras, turbantes) e outras indumentárias relacionadas ao continente.

Convidados a embarcar naquela viagem à África, os pais adoraram participar em casa dos estudos sobre os animais da região, as vestimentas das pessoas, seus hábitos e costumes. “As crianças passaram a semana toda falando sobre a incrível viagem – sem sair da escola – ao fantástico continente africano”, relembrou um dos pais.

Dando continuidade ao projeto, os alunos do Fundamental I e II e do Ensino Médio, o professor de Geografia Leandro Silvio Martins e o corpo docente do Centro Educacional Valverde promoveram a quarta edição da Feira das Nações. Tudo com o objetivo de viabilizar um estudo mais dinâmico e inovador através de pesquisas interdisciplinares. De acordo com o corpo docente, a proposta foi a apresentação pelos alunos de um país, região ou povo, de qualquer ponto do espaço e do tempo.

Toda a comunidade escolar, incluindo pais e responsáveis, atuou em conjunto na produção de conhecimento, é o que explica a professora Expedita Gonçalves que, ao trabalhar com o Ensino Médio países da África e nações ameríndias, buscou abranger o máximo possível essa multiculturalidade, que passou por diversas referências, como Incas, Maias, Astecas, Oriente Médio, super-heróis americanos, festividades da América hispânica e cultura nipônica.

As professoras de português Elisangêla Taginato e Tatiane Constantino promoveram um cantinho da leitura, apresentando as literaturas dos vários países do mundo, com os alunos caracterizados dos mais diversos personagens. Já o professor de história, Fábio Dias, ajudou os alunos a contar mitos e lendas, além dos principais momentos históricos das mais variadas culturas. Um evento de tirar o fôlego, na troca de experiências e saberes, diz o professor Leandro, lembrando que desde a pintura corporal, localização dos países no mundo, tecnologia e avanços científicos, vestuário, arquitetura, música, tudo estava presente para que houvesse uma vivência concreta e o aprendizado das mais variadas culturas.

O trabalho que foi sendo realizado ao longo do bimestre, sob a orientação dos professores, teve na sua culminância a concretização dos esforços de alunos, pais e professores. O resultado não poderia ser outro: um sucesso estrondoso, garantem os docentes envolvidos. “Pois tivemos a participação, também, dos responsáveis e a comunidade, com muitos valores sendo transmitidos na feira, além de mensagens de esperança por um mundo melhor. O futuro, nesta feira, estava sendo construído aos olhos de quem quisesse assistir o incrível potencial de cada aluno que embarcou nessa fantástica viagem em busca da construção e troca de conhecimentos e saberes, finalizou o professor Leandro Martins.


Por Antônia Lúcia

Centro Educacional Valverde
Rua Manoel Correia, 809 – Valverde – Nova Iguaçu/RJ
CEP: 26291-021
Tel.: (21) 3794-6947

Centro Educacional Valverde-Filial
Rua Sérgio Martins da Mota, 700 – Cabuçu – Nova Iguaçu/RJ
CEP: 26291-362


Deixar comentário

Seu email não será publicado