Projeto incentiva o uso da imagem fotográfica como apoio na aquisição do saber


Com intuito de unir duas paixões, a fotografia e o magistério, Tatiana Barradas que leciona geografia no C. E. Professora Regina Célia dos Reis Oliveira, em São João de Meriti, desenvolveu um projeto de fotografia com os alunos do 8º ano do Ensino Fundamental. A educadora explica que, geralmente, a imagem funciona como um incentivador para algumas discussões e abre a possibilidade de ensinar e aprender com maior facilidade.

Por isso, ela resolveu desenvolver esse trabalho com os estudantes para apresentar durante a culminância do projeto do colégio, intitulado de A Consciência Negra no Brasil, em homenagem ao dia da consciência negra. “O tema norteador do projeto foi Jean-Baptiste Debret. Partimos do artista e suas obras, analisando a questão da imagem e da arte. Fizemos um paralelo com a estética do negro hoje, através de fotografias de catálogos de moda, artistas afrodescendentes, entre outros. Frente a isso fomos discutindo temas como o preconceito e o racismo e suas transformações tanto nos tempos do pintor como nos dias de hoje”, esclarece Tatiana.

A partir daí, os alunos foram orientados pela professora, que também é formada em fotografia, para realizar uma produção de fotos partindo de Debret. “Tinha como objetivo valorizar a cultura do não ao preconceito e ao racismo. Transformar a produção em uma exposição fotográfica para a culminância do projeto desenvolvido por toda a escola”, afirma.

Além de reforçar a aplicação do conceito de diversidade étnico-cultural e o processo histórico da formação do negro no Brasil, a iniciativa tinha como objetivo conhecer o processo de produção da imagem fotográfica. De acordo com Tatiana, os alunos tiveram noções básicas dessa atividade, trabalharam com câmeras compactas fornecidas pela escola e também utilizaram os diversos celulares.

Tatiana afirma que é comum encontrarmos nos livros didáticos ou em qualquer outro material de ensino de Geografia a presença da fotografia como ilustração do conteúdo. “Esse caráter de ilustração demonstra que a foto é encarada como mímese do real e nega sua linguagem própria. Optei por abordar o conceito de paisagem como história e resultado do processo socialmente construído. A partir deste ponto usamos a fotografia como ponto de partida para, através da Geografia, discutirmos as relações de poder e as diferenças sociais e econômicas entre brancos e negros na constituição da sociedade brasileira”, argumenta.

A aluna Samara Silva, da turma 802, conta que adorou participar do projeto. “Aprendi sobre Debret e sobre o preconceito. O que mais gostei foi ter tirado as fotos e poder me ver na exposição”, lembra. Já Rogério Laje, da turma 801, afirma que o que mais lhe interessou foi perceber que todos são iguais. A educadora ressalta que o lúdico é extremamente importante para o desenvolvimento do ser humano, pois auxilia na aquisição de novos conhecimentos em sala de aula, facilitando o processo de ensino-aprendizagem. “Através de atividades lúdicas, é possível explorar com os alunos diversos assuntos importantes de uma maneira mais natural e significativa, além de desenvolver outras habilidades, como a criatividade, o espírito de grupo e a liderança. Essas atividades melhoram, como pude perceber com o nosso projeto, a autoestima dos alunos. O que foi extremamente gratificante pra mim”, conclui.

Um pouquinho sobre Debret

Jean-Baptiste Debret foi um importante artista plástico (pintor e desenhista) francês. Nasceu em 18 de abril de 1768, em Paris, e faleceu na mesma cidade em 28 de junho de 1848. Debret integrou a Missão Artística Francesa que chegou ao Brasil em 26 de março de 1816. Suas obras formam um importante acervo para o estudo da história e cultura brasileira da primeira metade do século XIX. Suas obras, no Brasil, mostram paisagens, cenas cotidianas, a cultura e o povo brasileiro. Detalhista, o artista buscou retratar, com o olhar de um viajante, todos os aspectos das cenas e regiões observadas.


C. E. Professora Regina Célia dos Reis Oliveira
Rua Doutora Maria José, s/nº – Venda Velha – São João de Meriti/RJ
CEP: 25565-440
Tel.: (21) 3755-0168
E-mail: cereginacelia@educacao.rj.br
Fotos produzidas pela turma

Deixar comentário

Seu email não será publicado