Pesquisar é Fundamental


Projeto estimula a participação ativa dos alunos na criação de soluções para os danos causados ao Meio Ambiente

Você já ouviu falar sobre o Sistema Cinético de Bombeamento Hidráulico? Não? Pois é, esse é um dos temas discutidos pelos alunos da Escola Estadual de Ensino Fundamental Visconde de Mauá, localizada em Marechal Hermes, Zona Norte do Rio de Janeiro.

Trata-se de um subprojeto que estuda o bombeamento da água através do movimento do rio ou da cachoeira. Com um sistema de vácuo, a água é sugada naturalmente até a área de irrigação. A pesquisa dos alunos do Ensino Fundamental, orientada por professores de diferentes áreas do conhecimento, tem o propósito de baixar o custo da produção agrícola em regiões pobres, visto que o gasto com energia elétrica para irrigação é muito alto.

A ideia surgiu de um projeto anterior, o Casa-Escola Ecologicamente Inteligente, que busca orientar os alunos para a pesquisa cientifica. O projeto possibilitou o desenvolvimento de outros trabalhos correlatos, entre os quais o Sistema Cinético de Bombeamento Hidráulico. “Nosso principal objetivo é desenvolver nos estudantes o espírito de pesquisa desde o Ensino Fundamental. Assim, quando eles chegarem ao Ensino Médio Técnico, terão uma capacidade mínima para iniciar qualquer projeto, pois conheceram previamente as etapas necessárias para isso”, esclarece o professor Jorge Luiz dos Santos.

O projeto inclui a participação dos discentes em oficinas e palestras onde são discutidas teorias e possíveis soluções para problemáticas ambientais. Cerca de 400 alunos participam do projeto, e as oficinas são realizadas com várias turmas nos três turnos. Paralelamente, a escola participa de feiras de ciências e tecnologia e, neste caso, os estudantes que mais se destacam são escolhidos para representar externamente a instituição.

O projeto é multidisciplinar e várias áreas do conhecimento são abordadas no decorrer da pesquisa. “O que importa é o fomento de ideias, que podem surgir tanto dos alunos quanto dos professores. O que buscamos é desenvolver nos educandos a capacidade crítica perante a problemática ambiental.”, explica Jorge Luiz.

Com o projeto, além de estimular a pesquisa, os professores incluem o tema transversal Meio Ambiente na grade escolar, proporcionando aos alunos um espaço para a análise da realidade e uma participação ativa na criação de soluções para os danos causados ao planeta.

“Acreditamos que a intervenção iniciada dará bons frutos no futuro próximo, visto que o envolvimento dos alunos acabou por acelerar as discussões e elaborações de projetos de cunho ambiental. Os estudantes, na sua maioria, surpreenderam-se com as soluções apresentadas, e o papel dos professores foi o de dar suporte e possibilidade de execução concreta para o florescer das ideias e soluções”, conclui o professor.


Por: Marcela Figueiredo
Escola Estadual de Ensino Fundamental Visconde de Mauá (faetec)
Rua João Vicente, 1.775 – Marechal Hermes – Rio de Janeiro/RJ
CEP: 21340-021
Tel.: (21) 2332-1054
E-mail: diretoriaeefvm@gmail.com
Direção: Jorge Luiz São Paulo dos Santos
Fotos cedidas pela escola

Deixar comentário

Seu email não será publicado