Mente sã e corpo são: uma equação sem incógnitas


Projeto incentiva alunos a uma alimentação mais saudável e ao convívio entre si

“Em um momento como o que vivemos atualmente, de muita turbulência em todo o mundo, as pessoas se tornam cada vez mais ansiosas e agitadas, o que se reflete na convivência das famílias. A questão do consumismo exagerado também contribui para que todos se preocupem mais com o ‘ter’ do que com o ‘ser’. A essência do ‘ser’ está ficando em segundo plano”. Com essas palavras a professora Sonia Maria Braga, diretora pedagógica e fundadora da Meimei Escola Montessoriana, destaca a importância do projeto que tem como foco “corpo e mente”. A programação foi pensada como um espaço para a reflexão que poderá levar a uma mudança de comportamento que a escola considera necessária.

Para Sonia, esse evento – que já faz parte do calendário oficial de eventos da escola – é uma forma de reunir a comunidade escolar: alunos, familiares e profissionais e fazer com que, juntos, dediquem um tempo para reavaliar e renovar posturas em relação à alimentação mais saudável, ao convívio entre si, a terem contato com métodos que auxiliam a tranquilidade individual, como relaxar, falar calmamente, serem mais conscientes do próprio corpo, mantendo-se, assim, mais saudáveis, com mente e corpo mais harmonizados.

Com isso, a escola aproveita para trabalhar diversas questões anteriormente abordadas em sala de aula e que são apresentadas também aos pais e familiares no dia do evento. As atividades foram desenvolvidas de forma interdisciplinar e todas as turmas, desde as de Educação Infantil até as do Ensino Médio, participaram do evento.

Foram realizadas atividades como aula de ioga e de linha (uma dinâmica tipicamente Montessoriana que trabalha questões como concentração, atenção, relaxamento e autoconhecimento), além de uma oficina de criação de horta vertical de temperos. Mais que isso, aconteceram atividades lúdicas para todas as idades, como pular corda, uma sala de barulho e outra de silêncio, informações sobre alimentação saudável, entre outras atividades.

Vergínia Khouri, educadora e tutora dos agrupamentos V e VI, conta que achou a culminância do projeto maravilhosa. “Conseguimos trabalhar temas que suscitaram reflexões, desde a forma de pensar e sentir a vida à prática diária, com a responsabilidade, a consciência e a conectividade que cabe a um cidadão cósmico. As atividades desenvolvidas despertaram emoções, sentimentos e pensamentos sintonizados com o objetivo principal do evento, que era promover reflexão e mudanças de hábitos”, explica.

Além dela, Claudia Soldati, que é professora e mãe do aluno Rafael, do agrupamento IV, enaltece que é muito gratificante observar o envolvimento dos alunos. “Nessas atividades, além do conhecimento construído por eles, são estimuladas habilidades como pesquisa, trabalho em equipe, respeito, companheirismo e expressar-se em grupo. Através dessa vivência, a aprendizagem ocorre de maneira significativa e prazerosa”, destaca a educadora.

Para Camila de Almeida, mãe da aluna Caroline, do agrupamento III, esse evento apareceu como uma novidade, pois foi o primeiro de que ela participou na escola. “Iniciamos a nossa expectativa a partir do momento em que a estudante começou a pedir para pesquisar, falou que queria fazer sozinha, explicava que era sua responsabilidade e estava fazendo uma surpresa. No sábado, não só a Carol estava ansiosa, mas também nós estávamos, por ser a primeira vivência da escola que escolhemos com todo o carinho.

Já na porta fomos recebidos com os sorrisos que acolhem nossas manhãs. Foi incrível perceber como os profissionais orquestravam o evento dando voz às crianças que estavam completamente envolvidas. Vi realmente a minha filha falando e não uma repetição de dados decorados. Cada detalhe mostrava a delicadeza do processo. Além de ter me emocionado com o andamento do dia, ainda pude ter uma manhã imensamente agradável, com atividades que fazem a gente entrar em contato com sutilezas da vida”, enaltece Camila.

Para Yael de Abreu Villaça, mãe dos alunos Milena, do agrupamento IV, e Ian, do agrupamento II, o principal ponto positivo foi o envolvimento das crianças e adolescentes em todos os processos: desde escolher a atividade, passando por como organizar e como executar a atividade escolhida. “Mostrou-se de forma evidente que eles assumiram a responsabilidade e estavam orgulhosos disso. Fiquei positivamente impressionada com a criatividade dos alunos e com o grau de interação que as atividades permitiram ocorrer entre os alunos e a plateia. A escola está de parabéns pela iniciativa e, particularmente, estão de parabéns os profissionais da Meimei que organizaram o evento”, finaliza.

A saúde do corpo físico depende do equilíbrio espiritual*

Mens sana in corpore sano é o foco do projeto da Meimei Escola Montessoriana e você sabe a origem dessa frase? Francisco Ferreira, que é autor de oito livros e editor do site www.acasadoaprendiz.com, explica melhor sobre o assunto:

O sentido original dessa frase proferida há séculos preconiza que há a necessidade de se estar com o espírito em equilíbrio para que o corpo também esteja equilibrado. Isso quer dizer que temos a capacidade de transmutar doença em saúde naturalmente se equilibrarmos nosso eu interno, a mente e as emoções. Todo aprendiz que compreende como funciona a lei da atração sabe disso.

Sempre que uma doença se manifesta, o que na verdade sentimos no corpo físico é resultado reativo de causa previamente incubada nos níveis mais elevados do nosso ser, e normalmente já subsiste na mente ou no nosso subconsciente. Em outras palavras: consciente ou inconscientemente você gerou a doença que reverbera agora em seu corpo físico. Isto significa dizer que tudo que acontece com o corpo nada mais é do que reflexo da mente que captou energias boas ou más e jogou para o mundo das formas, causando a enfermidade.

Em um nível mais elevado do ser, podemos verificar que todas as doenças são cósmicas ou de causa vibratória. Sob esse ponto de vista, podemos afirmar que toda doença age simultaneamente no corpo, na mente e no espírito e pode ser ativada em qualquer um desses níveis do nosso ser, mas manifesta-se e se expande para os três. Também pode ser tratada em qualquer deles.

Trabalhando nos níveis mais elevados do nosso ser, podemos obter resultados mais rápidos e satisfatórios. Dessa forma, uma ação na mente, através de um controle eficaz das emoções, pode ser muito mais eficiente que uma intervenção no corpo físico, já que esta encontra-se em um nível mais alto. O nível máximo seria o espiritual, de onde todas as nossas criações se emanam. No entanto, em nosso estado atual de ação no mundo tridimensional, a mente é o elo intermediário que liga o corpo ao espírito, sendo a nossa base de ação para se equilibrar.

Tal ação na mente se faz através da liberação do ressentimento, da rejeição, autopiedade, depressão, culpa, medo, tristeza, ódio, complexo de inferioridade, autocondenação e senso de desvalorização de si mesmo e do homem. Você deve trabalhar sobre si mesmo, edificando seu ser na sua essência, incutindo hábitos nobres e elevados tais como: o amor, a alegria, a boa vontade, a paciência, a esperança, a caridade, a justiça, a fé, a solidariedade, a misericórdia, o perdão…

Experimente trabalhar a sua mente através do alinhamento aos princípios cósmicos, enquanto seu médico cuida do seu corpo. Para isso, torna-se necessário que você acredite que é muito mais que seu corpo físico, passando a enxergar a verdadeira realidade por trás do mundo dos fenômenos. Persistindo nessa filosofia de vida, você perceberá que tudo não passa de energia e que tudo é uma coisa só. Que todos os corpos, eventos e circunstâncias que conhece não passam de movimentações contínuas de energia ou “Luz”, pulsando e vibrando em diferentes frequências e cristalizando a Essência Universal Criadora em diferentes formas. Com o tempo, você terá sua consciência ampliada e reconhecerá seu corpo físico como uma extensão visível da mente e do espírito.

A recuperação da saúde original é um processo simples para quem trabalha no laboratório da sua alma. Basta mentalizar corretamente a ideia-semente originária do estado de bem-estar e saúde que se deseja, e a energia universal criadora se encarrega do resto. Traz para a existência as realidades formadas no mundo original das ideias.

* Texto publicado no site Brasil Escola.

Meimei Escola Montessoriana
Rua dos Artistas, 129 – Tijuca – Rio de Janeiro/RJ
CEP: 20511-130
Tels.: (21) 2570-7296 / 2208-6834
Fotos cedidas pela escola

Deixar comentário

Seu email não será publicado