Mais que 15 minutos de fama


Alunos se caracterizam de personalidades históricas estudadas em sala de aula e ampliam sua visão de mundo e de conhecimento

Atividades que promovem a leitura entre as crianças ajudam a estimular a criatividade e a imaginação, favorecendo novas aprendizagens e contribuindo para que elas ampliem o seu vocabulário, melhorando a escrita e desenvolvendo a capacidade crítica. Sabendo disso, a professora Cynara Lenzi Veronezi, da Escola Estadual Professora Maria Constança de Miranda Campos, localizada em São Paulo, criou o projeto Personalidades. O intuito é trabalhar a leitura de forma divertida e ao mesmo tempo desafiadora, tornando os alunos leitores competentes.

Tudo começou nas rodas de conversa, realizadas às segundas-feiras, onde os alunos levam o guia para ler no final de semana e depois contam o que aprenderam. A docente percebeu que as personalidades tratadas pelo autor do guia deixavam os discentes com interesse em saber mais, porque eram informações breves. Foi aí que ela resolveu propor para a turma do 5°ano (Ensino Fundamental I) a realização uma pesquisa mais aprofundada sobre essas personalidades citadas por eles.

Em cada disciplina o projeto foi desenvolvido de maneira diferente. Em Matemática, por exemplo, foram realizadas atividades como a linha do tempo das personalidades estudadas, foram calculadas as idades próximas e o tempo vivido. Já em Língua Portuguesa, foi estudado um maior domínio da leitura, propondo-se uma socialização com toda a classe em busca de um foco único. Em Geografia, foram elencados os locais onde as personalidades viveram/vivem, através do estudo dos continentes e do mapa-múndi. Em Informática, com a professora Rosangela Andretta aproveitaram para atualizar os dados que estavam sendo construídos por eles. “Além dos quesitos leitura, seleção de dados, construção do perfil da personalidade, acredito que com um trabalho como este, nos dias atuais – com ausência de bons líderes em vários setores –, nossos alunos puderam se beneficiar de um discernimento histórico, baseando-se nas atitudes que podem ser imitadas”, afirma.

Segundo Cynara, o andamento do projeto estava numa crescente e ela propôs à classe realizar o dia do encontro das personalidades. “O mais legal disso tudo é que os alunos se ajudavam e cada um emprestava um item para compor o personagem do outro. Um emprestava o casaco, o outro a chuteira para o amigo ser o Pelé”, lembra. O pequeno Breno Silva de Oliveira conta que gostou muito de participar do projeto, interpretando o D. Pedro II. “Pude aprender mais sobre nossa história”, garante. Já a aluna Amanda Karoline Souza Lima garante que foi o melhor projeto de que já participou.

A gestora da escola, Claudineia da Cunha, ressalta que o projeto foi de suma importância e a forma como foi realizado fez toda a diferença. “Observar a necessidade de aprendizagem dos alunos e desenvolvê-los de modo significativo. A Cynara é uma educadora que vai além do conteúdo explicitado no currículo”, elogia. De acordo com ela, o resultado de tudo isso foi uma equipe unida e feliz. “Um projeto que gerou socialização, amizade, capacidade leitora, além de incluir aqueles que se sentiam com dificuldades em estar incluídos”, finaliza Cynara.


Escola Estadual Professora Maria Constança de Miranda Campos

Rua Francisco de Arruda Teixeira, 440 – Vila Flora – Salto/SP

CEP: 13321-110

Tel.: (11) 4029-6784

E-mail: e914526a@see.sp.gov.br

Fotos cedidas pela escola


Deixar comentário

Seu email não será publicado