Everybody Hurts é a canção mais triste da história da música


“Everybody Hurts” é uma canção conhecida por mexer com as emoções de quem a escuta, porém, por mais que tenha uma melodia triste e um andamento lento, sua letra é de incentivo, tem o objetivo de inspirar a viver, superar a tristeza, buscar motivos pra ser feliz.

David King, um produtor de teatro britânico, encomendando um estudo, constatou que sete em cada dez homens que ouviram “Everybody Hurts” choraram. Entre as mulheres a porcentagem aumenta.

“Everybody Hurts” já foi eleita por várias pesquisas como a música mais triste da história. E é reconhecida como a canção que mais faz os homens chorar.

 

Everybody Hurts em campanhas solidárias e de conscientização

Por ter um apelo emocional profundo, a canção já foi utilizada em muitas propagandas de conscientização e solidariedade, como a campanha educativa de trânsito da TAC, Médicos Sem Fronteiras e Helping Haiti, que contou com participação de vários artistas de nome, como Miley Cyrus, James Blunt e muitos outros.

A versão da campanha Helping Haiti alcançou as paradas da Irlanda e do Reino Unido.

When your day is long

And the night

The night is yours alone

When you’re sure you’ve had enough

Of this life

Well hang on

Don’t let yourself go

‘Cause everybody cries

And everybody hurts sometimes

Sometimes everything is wrong

Now it’s time to sing along

When your day is night alone (hold on)

(Hold on) if you feel like letting go (hold on)

If you think you’ve had too much

Of this life

Well, hang on

‘Cause everybody hurts

Take comfort in your friends

Everybody hurts

Don’t throw your hand

Oh, no

Don’t throw your hand

If you feel like you’re alone

No, no, no, you’re not alone

If you’re on your own

In this life

The days and nights are long

When you think you’ve had too much

Of this life

To hang on

Well, everybody hurts sometimes

Everybody cries

And everybody hurts sometimes

And everybody hurts sometimes

So, hold on, hold on

Hold on, hold on

Hold on, hold on

Hold on, hold on

Everybody hurts

You are not alone

 

A história da composição de Everybody Hurts

A música triste e melancólica, porém reflexiva, foi composta por Michael Stipe, para Automatic for the People, oitavo álbum do grupo R.E.M., do qual é vocalista, em 1992, em reação à epidemia de suicídios entre pessoas jovens.

 

Veja também

MÚSICA BRASILEIRA REGRAVADA POR ESTRANGEIROS
Como “Yesterday” foi composta


Por Patrícia Audi


Deixar comentário

Seu email não será publicado