App… um caminho sem volta


Saiba como utilizar os aplicativos educacionais e potencializar o aprendizado

Os smartphones, tão utilizados hoje em dia em função das mensagens instantâneas, como o WhatsApp, e das redes sociais, como o Facebook, têm se tornado, no entanto, muito mais versáteis e funcionais no que diz respeito à educação do que se pode imaginar. Os celulares podem ser utilizados de maneira muito prática e dinâmica em sala de aula, com diversos aplicativos sendo desenvolvidos para ajudar e aprimorar as atividades escolares. E, diante desse cenário, muitos professores têm apostado no uso de apps com o intuito de preparar o conteúdo com informações mais práticas e principalmente garantir maior interatividade no ambiente.

Hoje, tanto os docentes quanto os alunos estão aderindo ao uso dos aplicativos e softwares que potencializam o aprendizado. Um exemplo é o Edmodo, um recurso gratuito para iOS e Android que facilita a interação e conexão entre os educadores e os estudantes, pois permite o envio de mensagens, trabalhos e confere os eventos quando os alunos estão fora da sala de aula. Além disso, professores podem enviar alertas para todos e até armazenar as notas.

O mestrando em Sistemas de Informação e Gestão do Conhecimento e professor, Renato de Aguiar Corrêa, ministra essa disciplina nos ensinos Fundamental e Médio de um colégio particular em Belo Horizonte e explica que os alunos desenvolvem projetos utilizando a informática como ferramenta de aprendizado, o que potencializa o seu interesse e criatividade.

E para que a tecnologia seja aplicada de forma efetiva na metodologia de ensino, os professores precisam estar capacitados. De acordo com Renato, que também dá treinamento profissional, os educadores de hoje se formaram em escolas tradicionais e há um choque de realidade quando entram em uma sala de aula para lecionar para alunos tão acostumados com a tecnologia. “Muitos professores têm grande aversão à adoção desses novos recursos educacionais e isso faz com que continuem adotando práticas antigas de ensino”, diz o docente, que procura disponibilizar o máximo de ferramentas possíveis que integrem o trabalho do professor tanto de forma pedagógica quanto administrativa. “O diário de classe, por exemplo, já não é mais de papel. O compartilhamento de informações em nuvem com a secretaria escolar e família já é uma realidade”, explica. Agora, o professor pode deixar de lado aquela pilha de cadernos e livros para cada disciplina e dispensar as famosas folhas de papel que eram distribuídas nas salas antes de terminar a aula, com exercícios para fazer em casa.

iStudiez Pro
Este eficiente aplicativo organiza os cronogramas das aulas, mantém o controle de trabalhos que devem ser entregues e faz listas de tarefas diárias. É ótimo para estudantes do Ensino Médio.

O aplicativo permite organizar a vida acadêmica, centralizando seu calendário de provas, tarefas pendentes e notas nas matérias, tudo numa interface simples de lidar e com informações sincronizadas na nuvem.

Em “Calendário”, você encontra os horários das matérias, (os dias com provas ficam em destaque); em “Tarefas”, são listados os trabalhos pendentes por data, matéria ou prioridade; em “Professores”, é possível guardar as informações de contato dos docentes. E é claro que existe uma tela só para mostrar os próximos feriados.

A vantagem de manter tudo no iStudiez é que tudo foi feito sob medida: dá para acompanhar de perto o desempenho em cada disciplina, registrando as notas das avaliações ou trabalhos, não importando se sua faculdade usa número, letra ou outra escala qualquer. Além disso, a interface é bem intuitiva, diferenciando tudo com etiquetas e ícones coloridos.

Evernote

Já este aplicativo permite que os professores criem notas e conteúdos em diferentes formatos, como texto, áudio, vídeo e imagens. Além disso, todos os recursos podem ser compartilhados. A ferramenta também pode ser utilizada por meio de um desktop.

Uma das funcionalidades mais úteis deste app é sua pesquisa. Se você é do tipo que tem dificuldade de organização e, mesmo com todos os recursos disponíveis, simplesmente começa a empilhar tudo como se não houvesse amanhã, o Evernote auxiliará você na hora de procurar, bastando para isso pesquisar palavras chaves dentro do software para encontrar o arquivo desejado. Ele inclusive pode buscar dentro de PDFs e tem prioridade de reconhecimento óptico de imagens para clientes com conta Premium.

Grammar Up HD
Esse aplicativo é ótimo para professores de inglês e estudantes que desejam aprimorar seus conhecimentos no idioma. É um quiz de múltipla escolha com mais de 1.800 palavras em 20 categorias.

O app pode ajudar os alunos a melhorar a sua gramática, a seleção de palavra e vocabulário, além de oferecer uma oportunidade de melhorar as estratégias para sucesso em gramática. A pesquisa sugere que as crianças e adultos aprendem mais rapidamente quando se pratica jogos de aprendizagem em tempo real.

History: Maps of World
Ilustra as cartografias geográfica e geopolítica dos lugares através dos tempos, permitindo assim um cruzamento entre as matérias de História e Geografia.

O usuário pode procurar pela localização que deseja ver entre os 178 mapas disponíveis. O app os agrupa por categoria ou era. Ao clicar em uma localização, a pessoa pode acessar também sua história, possibilitando assim visualizá-la do jeito que era antigamente e da forma atual. Desse modo, o estudante pode ver como as fronteiras e projeções mudaram durante os anos.

Com esse sistema, o aplicativo cria uma forte ligação entre ambas as disciplinas, ajudando o aluno a compreender melhor o plano geral do que é o mundo. O app é recheado de informações e é inovador pela simplicidade com que as apresenta. Tanto o professor quanto o aluno podem se beneficiar imensamente, tornando as aulas mais dinâmicas e alimentando a vontade do saber pela sua interface fácil e divertida.

Professor Garfield Cyberbullying
Esse excelente app transmite lições e mensagens antibullying com estratégias para lidar com esse tipo de situação. Explica o significado do cyberbullying, ensina o reconhecimento de diferentes tipos de bullying e disponibiliza diversas estratégias para enfrentar esse problema.

Através de tiras e historinhas, o personagem Garfield, o gato mais famoso dos desenhos animados, vai delineando uma narrativa que conduz ao pensamento crítico dessa questão que afeta muitos jovens dos ensinos Fundamental e Médio.

O professor que deseja trabalhar essa temática em sala de aula pode adaptar as ilustrações aos acontecimentos do cotidiano dos alunos.

Fontes: Canal do Ensino | Universia

Deixar comentário

Seu email não será publicado