“Evidências” completa três décadas


Mesmo quem não gosta do estilo sertanejo, em algum momento da vida já cantou “Evidências”. A música tocante e profunda, com interpretação sofrida, faz qualquer coração desmontar.

O sucesso atravessou gerações e ficou conhecida nas vozes de Chitãozinho e Xororó, em 1990, porém eles não foram os primeiros a gravar a canção.

O primeiro registro oficial de “Evidências” foi feito pelo cantor Leonardo Sullivan para o disco “Veneno, Mel e Sabor”, que diz que a gravadora não trabalhou a música o suficiente.

A música foi composta por José Augusto e Paulo Sérgio Valle em 1989. Assim que a dupla terminou a obra, José a mostrou pra gravadora, que descartou. Eles ficaram decepcionados porque acreditavam no sucesso.

Michael Sullivan presenciou o fato e pediu pra grava-la com o irmão, o então autor, Leonardo Sullivan. José Augusto autorizou, porém a música também não “aconteceu”.

José, ainda acreditando no single, mandou uma fita cassete com ela e algumas inéditas para Chitãozinho e Xororó, que ficaram encantados.

Ela foi a primeira faixa do álbum Cowboy do Asfalto e se tornou a música mais tocada do ano de 1991.

“Evidências” ganhou várias versões ao longo do tempo, inclusive em outras línguas.

 

Mais tocada no karaokê

E não para por aí. “Evidências” é uma das músicas mais cantadas nos karaokês. De acordo com organizadores de campeonatos, o hit toca em média 5,2 vezes por noite.

Quando eu digo que deixei de te amar

É porque eu te amo

Quando eu digo que não quero mais você

É porque eu te quero

Eu tenho medo de te dar meu coração

E confessar que eu estou em tuas mãos

Mas não posso imaginar

O que vai ser de mim

Se eu te perder um dia

Eu me afasto e me defendo de você

Mas depois me entrego

Faço tipo, falo coisas que eu não sou

Mas depois eu nego

Mas a verdade

É que eu sou louco por você

E tenho medo de pensar em te perder

Eu preciso aceitar que não dá mais

Pra separar as nossas vidas

E nessa loucura de dizer que não te quero

Vou negando as aparências

Disfarçando as evidências

Mas pra que viver fingindo

Se eu não posso enganar meu coração

Eu sei que te amo

Chega de mentiras

De negar o meu desejo

Eu te quero mais que tudo

Eu preciso do seu beijo

Eu entrego a minha vida

Pra você fazer o que quiser de mim

Só quero ouvir você dizer que sim

Diz que é verdade, que tem saudade

Que ainda você pensa muito em mim

Diz que é verdade, que tem saudade

Que ainda você quer viver pra mim


Por Patrícia Audi


Deixar comentário

Seu email não será publicado